Publicado em 12/01/2018 às 13:07

Vidigal fica na Saúde e Cassems assume a oncologia em Dourados

Secretário descarta a possibilidade de deixar a pasta.

 

Oncologia

 

Desde quarta-feira (10) os atendimentos do setor de oncologia em Dourados estão sendo feitos no Hospital da Cassems. A informação foi confirmada hoje cedo a coluna Rapidinhas!, pelo secretário de Saúde Renato Vidigal. Ou seja, hoje não existe mais nenhum paciente oncológico no Hospital da Vida e os pacientes devem procurar atendimento na Cassems e não mais no Hospital da Vida e nem no Evangélico.

 

Mais oncologia

 

Segundo Vidigal, o credenciamento junto a Cassems aconteceu após a Secretaria Municipal de Saúde fazer uma notificação a unidade, caso contrário não teria como assumir de imediato, sendo que legalmente o prazo para que os atendimentos ocorressem plenamente seria só em março.

 

Ainda Oncologia

 

O fato é que todo esse impasse envolvendo o serviço ocorreu após o próprio Hospital Evangélico pedir o descredenciamento ao município, o que acabou obrigando a Prefeitura de Dourados buscar alternativa para que os tratamentos oncologicos continuassem, resultando no credenciamento da Cassems, já que, inclusive, o Hospital Evangélico está legalmente impedido.

 

Valores

 

Com relação ao valor do contrato, o secretário Renato Vidigal afirmou que a Cassems receberá somente por produção, ou seja, se não houver nenhum atendimento a unidade não recebe nenhum real.

 

HE

 

Na opinião do secretário de Saúde, apesar do impedimento legal, hoje com a gestão da equipe da Mackenzie, que assumiu o HE (Hospital Evangélico) desde outubro de 2017, nada impede que a diretoria solicite novamente o seu credenciamento, porém seguindo os trâmites legais.

 

Cardiologia

 

Já os pacientes com cirurgias cardíacas estão indo todos para o Hospítal Evangélico e o plano da Secretaria de Saúde, segundo Vidigal, é que o HE se torne a referencia do SUS na dor toráxica.

 

Nefrologia

 

Da mesma forma, os serviços de Nefrologia também estão descredenciados no Hospital Evangélico, porém, segundo o secretário Vidigal, hoje nenhum paciente é mais necessário se deslocar para a cidade de Ponta Porã, como até pouco tempo acontecia.

 

Eu fico

 

Questionado quanto a possibilidade de deixar a Secretaria de Saúde, Renato Vidigal descartou e afirmou que irá rebater as críticas trabalhando e fazendo o enfrentamento que for necessário. “A gestão é da prefeita Délia e vou fazer o possível para contribuir da melhor maneira”, disse.

 

 LEIA TAMBÉM - DEPUTADOS EVANGÉLICOS ‘MARCAM BOBEIRA’ EM VOTAÇÃO DA PADROEIRA DO MS

 

Secretário Municipal de Saúde, Renato Vidigal (Foto - A.Frota)

 

João Pires

ESTADO NOTICIAS

 

pizzaria fortaleza
Barbara Ballestero

Deixe o seu comentário

Seu email não será compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com * (asterisco)

Chip Carimbos

estadonoticias.com.br © 2012 Estado Notícias - Todos os direitos reservados.